Associação Cultural, Educação, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Cone leste Paulista


Projeto iniciado em: 2007 - Restaurado em 2010 - Todos os direitos reservados
Página do Projeto Social "Formiguinhas do Vale" uma O.S.C.I.P. sem fins lucrativos
Protocolizado sob o nº. 27.616 em 04/12/2009 e registrado em micro-filme sob o nº. 18.112 em 15/12/2009 - 1º Cartório Registro SJC

Produzido por Webmaster JFB © 2010 Todos os direitos reservados. All rights reserved

Porque plantar árvores nativas?

Voltar Biblioteca
Muitos são os motivos para você plantar árvores nativas, mas, abaixo iremos enumerar alguns. Espero que ar terminar esteja consciente de que deve plantar não só uma, mas muitas.

 
As enchentes se dão na natureza, devastando plantações, em virtude da saturação dos solos. Os solos, com as freqüentes chuvas vão absorvendo a água e, quando essa água atinge camadas menos permeáveis vai-se fixando e, saturando (encharcando) o solo. Certo?Uma árvore adulta pode absorver do solo até 250 litros de água por dia. Imagine como estas poderiam ajudar para não ocorrerem tantas enchentes, que matam e deixam milhares de pessoas sem casa, sem seus pertences.
 
Junto com toda essa água absorvida, muitos nutrientes de matérias orgânicas (como as fezes dos animais) são absorvidos pelas raízes e transformadas através da fotossíntese em alimento para toda a planta. Por sua vez, folhas, frutos, madeira e raízes servirão de alimento para diversos seres vivos. os animais por sua vez, irão defecar o que comeram e, as folhas e os frutos que não foram por eles aproveitados, caem no chão.
 
Folhas, frutos e fezes de volta ao solo, e todo o ciclo recomeça. A camada de folhas que se forma a baixo das copas das árvores servem de berço para as sementes, e para proteger o solo dos pingos da chuva. Cada pingo de chuva que cai diretamente no solo, sem proteção das folhas, causa erosão. E, na grande maioria dos casos  a erosão é nociva a todo o ambiente.
 
Em rios

 
- A erosão leva terra, areia, folhas e restos de arvore para o leito (fundo) do rio, fazendo com que o rio fique mais raso, diminuindo o seu leito e por conseqüência o deixando com menor capacidade de guardar água, causando a falta de água nos meses de pouca chuva e por essa escassez, ocorre por vezes a mortandade de muitos peixes. Em tempos de muita chuva, o rio por se encontrar com seu leito comprometido, vaza para as laterais, que desprotegidas, alagam lavouras e localidades, causando por vezes grandes prejuízos sociais, como perda de vidas, utensílios domésticos pessoais e por vezes, de lavouras inteiras, plantadas com muito trabalho e esforço.

 
Para o solo

 
- a erosão leva as sementes que poderiam germinar e recompor a vegetação natural. Ou seja, solo desprotegido, tende a continuar desprotegido.

 
Para os animais

 
- a erosão pode levar embora ninhos de animais que os fazem no chão, e tampar outros de diversos animais, matando os filhotes que se encontram indefesos, ainda, dentro. Além do mais, sem vegetação e frutos para os alimentar, ou eles mudam de habitat ou morrem de fome.

 

Para os lençóis freáticos

 
-  os solos desprotegidos, sem vegetação, por não terem raízes e minhocas para deixá-lo fofo, não tem uma boa absorção de água. Assim, sem barreiras para a água, ela escoa rapidamente, não dando tempo para a chuva penetrar no solo. Com isso, os lençóis freáticos secam, acabando assim com muitos rios e conseqüentemente com a água potável, única disponível, para muitos seres humanos.

 
A copa das árvores, também protege o solo da chuva direta e suas raízes servem de suporte para o solo (deslizamentos, etc.). As raízes das árvores que estão na beira dos rios (matas ciliares), aparecem ás vezes dentro do rio, parecendo cílios. Essas raízes além de evitarem a erosão, servem de abrigo para muitos animais. Por causa destes cílios, a mata próxima aos rios é conhecida como Mata Ciliar.Uma árvore adulta, isolada pode transpirar em média, 400 litros de água por dia, produzindo um efeito refrescante equivalente a 5 condicionadores de ar com capacidade de 2.500 kcal cada, funcionando 20 horas por dia. Este vapor se mistura com as partículas de poluição presentes no ar, e quando se acumulam em nuvens, caem em forma de chuva. Portanto, as árvores, ajudam também a retirar os poluentes de nossa atmosfera. Além do mais, este vapor ajuda a equilibrar o clima da região, isso é facilmente percebido em florestas, que em seu ambiente apresentam um clima muito mais fresco. 
 
Outro ponto facilmente perceptível até mesmo em parques urbanos é o silêncio. As árvores formam uma parede que impede a propagação dos ruídos. Cercas vivas estão sendo muito utilizadas, nos dias de hoje, para criar ambientes silenciosos e aconchegantes, além de bonitos.
 
Em um bosque bem formado, as copas das árvores acumulam a maior parte da radiação solar, o que significa que o chão, permanecendo quase todo o dia na penumbra (sombra), é bem mais fresco.Assim se define um "micro-clima" - ou seja, um local restrito, ou isolado da região em torno.Desta forma, a temperatura na região de um bosque, no verão, pode ter uma temperatura de até 5 graus superior à registrada dentro desse bosque.
 
As grandes metrópoles, como por exemplo, São Paulo são outro tipo de micro-clima - neste caso, porque geralmente estão cobertas por massas de ar quente, situadas a cerca de 120 metros de altura, criadas pela poluição. O resultado é a ocorrência de "ilhas de calor"; desta forma, uma temperatura no centro de uma desprotegida cidade, pode estar 06 graus centígrados acima daquela registrada em  bairros periféricos, mais arborizados ou, até mesmo, da Zona Rural.
 
Ainda não está convencido da importância de plantar árvores? ... Então vamos lá.
 
Sombra - Que bom, que agradável uma boa sombra! Não é? Bem, se levarmos em conta a devastação e a não preocupação com o reflorestamento, pode se preparar para sair de casa de guarda sol, pois a previsão é que no ano de 2030 nossas matas vão acabar!
 
Madeira - Se você não tem nada de madeira na sua casa pode enviar seu nome, que colocarmos com o maior prazer no "Guines Bock" (Livro dos Recordes). O mercado madeireiro é um dos que mais cresce no Brasil. Muitas empresas são clandestinas, e pouca gente se preocupa em saber a origem da madeira que está comprando; se é de extração (corte) autorizada ou não. Se você usa madeira e dela se beneficia, porque então não plantar umas árvores para compensar?
 
Papel - Não sei se você sabe, mas não há no mundo país que tenha um substituto para a matéria prima do papel. O papel vem da madeira de árvores (pinos e eucalipto), sendo produzido em larga escala ! Preocupante ? Então imagine quantas árvores você já usou e ainda irá usar, com o papel que você usa.
 
Oxigênio - Você respira ? Bem, pode não conseguir mais, daqui a alguns anos. A poluição gerada pelas grandes cidades, indústrias e queimadas, está desequilibrando a quantidade de oxigênio existente na atmosfera, no mundo !E uma novidade, estudiosos afirmam que florestas muito antigas que já atingiram seu equilíbrio, produzem a mesma quantidade de gás carbônico (liberado á noite) que a de oxigênio (liberado durante o dia com a função fotossíntese). E que florestas jovens, para poder se desenvolver, liberam muito mais oxigênio do que gás carbônico. Isso significa que reflorestar e plantar árvores é contribuir para um maior equilíbrio do teor de oxigênio na atmosfera.
 
Frutas - Quem não gosta de uma boa fruta? E que tal uma boa fruta vinda de uma árvore ecologicamente correta, livre de agrotóxicos ou adubação química? Mas não pense que elas são produzidas em laboratório; as frutas chegam à sua mesa, pois árvores foram plantadas para que você as possa consumir. E se você fizer as contas, já deve ter gasto o bastante para ter mais de 100 pés de cada fruta sua preferida, plantadas em alguma propriedade sua. Mesmo porque o gasto com  a manutenção de uma árvore frutífera é bem próximo do zero.
 
Fauna

 
- Que delícia acordar e ouvir o canto de um pássaro. Pois então! Planta uma árvore frutífera perto de sua casa e veja o resultado ! Se você estiver na Zona Rural, ou próximo a alguma floresta, ainda poderá, ter a grata surpresa de receber a visita de diversos animais da fauna brasileira.

 
Nomenclaturas

 

Nativa

 
-   Ocorre naturalmente na região que se está tratando.

 
Exótica

 
- Não ocorre naturalmente na região que se está tratando.

 
Endêmica

 
- Espécie que ocorre exclusivamente na região que se está tratando. Uma espécie que é nativa da Austrália, por exemplo, é considerada exótica no Brasil, como é o caso do eucalipto. Uma espécie pode ser NATIVA do Brasil, porém endêmica da Bahia, como é o caso da piaçava; isso quer dizer que em São Paulo, ou no Amazonas, esta espécie é considerada exótica.

 
 
 Os benefícios de se plantar árvores nativas de cada região, se adaptam muito melhor aos diversos biomas dessa região. Além do mais o plantio de árvores exóticas, nas mais diversas regiões está trazendo graves problemas para o equilíbrio de seus ecossistemas.

 
Vejamos as vantagens de se plantar árvores "Nativas" de cada região:

 
1 -
O alimento é exatamente o que os animais nativos dessa região necessitam;
2 -
Fazem parte de uma determinada floresta onde uma espécie ajuda a outra, de diversas formas, dentro do equilíbrio natural;
3 -
Dificilmente espécies nativas são exterminadas por pragas, pois cada uma já desenvolveu biologicamente defesas para cada praga de cada região;
4 -
A maioria delas são indicadas para plantio orgânico, onde não se usa agrotóxicos;
5 -
A relação entre nutrientes disponíveis e os nutrientes necessários para essa árvore, é harmoniosa;
6 -
São as Árvores Nativas que os pássaros procuram para fazer seus ninhos. Você já reparou que em matas de Eucalipto ou Pinos houve-se muito pouco ou nenhum  som de pássaros e outros animais silvestres ?
7 -
Variedade de árvores, só do bioma Mata Atlântica existem mais de 500 espécies, que vão desde as mais lindas flores até ás madeiras mais cobiçadas do mundo.

 
Porque NÃO usar árvores exóticas em projetos de reflorestamento?

 
- Por não terem predadores naturais, essas espécies podem se multiplicar sem controle, tornando-se assim uma praga, como é o caso do Eucalipto;- Por não terem uma boa relação com a floresta nativa, podem competir desigualmente pelo espaço, chegando até a matar as espécies nativas, como é o caso da "Leucena", que em seu habitat natural (caracterizado pela existência de pouca água), desenvolveu uma substância que impede o crescimento de outras espécies ao seu redor, para evitar a competição, pela escassez de água.- A proliferação dessa árvores exóticas pode se tornar fora de controle, como é o exemplo também da Lucena. Em seu habitat nativo desenvolveu uma estratégia de produzir milhares de sementes, isso porque, em virtude da escassez de água, se uma semente somente, encontrar um resquício de água, será o suficiente para germinar. No entanto, como em seu habitat natural o solo é seco e pouco chove, só algumas dessas milhares de sementes germinarão. Aqui no Brasil, por ser um país tropical úmido, todas as sementes irão encontrar condições ideais para germinarem. O que temos então? - Uma disseminação tão intensa desta espécie, que não sobra lugar para o nascimento das árvores nativas. O que hoje temos, em alguns locais é uma praga, incontrolável, em nosso meio ambiente.
 
 - Algumas espécies exóticas tem as raízes muito bem preparadas para obterem toda a água que conseguirem, como é o caso do Eucalipto, que absorve tanta água do solo, que este chega a ficar seco. Repare como nenhuma vegetação consegue nascer debaixo de um bosque de eucaliptos. Propriedades que já tiveram plantação de eucaliptos decerto irão levar muitos e muitos anos para se prestarem para outro tipo de plantação.
 
 O maior erro em se plantar exóticas como, por exemplo, o Eucalipto e o Pinho, é que estas espécies crescem muito rápido. Pessoas e empresas que são obrigadas judicialmente a reflorestar utilizam estas espécies para mostrar o resultado o mais rápido possível. O que muita gente não sabe é que com espécies pioneiras brasileiras, consegue-se este resultado ou até mesmo um melhor, tanto em termos de tempo quanto obviamente de qualidade, como é o caso da Embaúba, Monjoleiro e tantas outras mais.
 
 
 
Não seja mais um plantador de espécies não brasileiras.

 
Ajude nossa natureza.
Cada árvore no seu lugar e no lugar certo.