Associação Cultural, Educação, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Cone leste Paulista


Projeto iniciado em: 2007 - Restaurado em 2010 - Todos os direitos reservados
Página do Projeto Social "Formiguinhas do Vale" uma O.S.C.I.P. sem fins lucrativos
Protocolizado sob o nº. 27.616 em 04/12/2009 e registrado em micro-filme sob o nº. 18.112 em 15/12/2009 - 1º Cartório Registro SJC

Produzido por Webmaster JFB © 2010 Todos os direitos reservados. All rights reserved

Como Afinar a Viola

Voltar Biblioteca
Afinar a viola caipira pode muitas vezes ser uma tarefa ingrata! Dependendo do modelo da viola e principalmente das tarrachas, afinar a viola pode ser muito difícil. Mais difícil ainda pode ser a viola se manter afinada.

 
        Entretanto, as violas mais modernas já estão se apresentando com modelos de tarrachas parecidas com de guitarras ou violões de aço, que seguram bem a afinação e permitem uma boa precisão. A foto da viola apresentada na página
Viola Caipira *
mostra esse tipo de tarracha.
 
        Mas se sua viola não possui esse tipo de tarracha, não se desespere. Ela pode ser afinada, só que com um pouco mais de trabalho.
 
        Para as pessoas iniciantes, que nunca tocaram nenhum tipo de instrumento, recomendamos que seja adquirido um afinador eletrônico, do tipo cromático, que dá todas as notas. Com ele a tarefa de afinar a viola fica extremamente facilitada.
 
        A seguir, apresentaremos os passos básicos para se afinar uma viola em Cebolão Ré Maior, utilizando-se um diapasão que dá a nota Lá 440 Hz. Entretanto, se não tiver um diapasão não tem problema, um outro instrumento qualquer pode servir de fonte para afinar a viola.
 
        O gráfico abaixo é muito útil para se afinar a viola. Veja:
pauta
musica
Viola_Caipira_-_O_Instrumento-4
        (Para aqueles que não conhecem cifras, ou seja, os nomes das notas representadas por letras, na página
O Sistema de Cifras
 
veja a nota(**)
. Sempre iremos nos referir às notas pelas suas letras)
 
        O gráfico acima, representa o braço da viola e a relação entre as cordas. Ele é como se estivesse com a viola no colo, com as cordas para cima e a cabeça do instrumento para a esquerda. Assim, o par que vemos no gráfico como o par de baixo, é o par mais grave, e o par de cima, o mais agudo.
 
        As notas A, D, F#, A, D, mostradas à esquerda, dentro do que representa a cabeça da viola, são as notas emitidas por cada par quando as cordas são tocadas soltas. Assim temos as notas em que cada corda deve ser afinada:
 
1º par - uníssono: D  (mais agudo)
 
2º par - uníssono: A
 
3º par - oitavado: F#
 
4º par - oitavado: D
 
5º par - oitavado: A  (mais grave)
 
Primeiro Passo
        No gráfico, na sétima casa do 1º par, temos uma nota A apresentada e um diapasão apontando para ela. Isso significa que, se se estiver utilizando um diapasão, essa nota será o A 440 Hz. Assim pressiona-se a 7ª casa do primeiro par e se afina as duas cordas de acordo com o diapasão.
 
        Se não se tiver um diapasão, qualquer outro instrumento pode dar a nota necessária para se afinar a viola. Assim, um violão ou um piano pode dar a nota D para se afinar o primeiro par solto.
 
        Com o primeiro par afinado, pode-se afinar a corda mais fina do 4º par. Essa corda fina do 4º par deve estar afinada em uníssono (mesma nota e altura) que as duas cordas do primeiro par. Já temos assim, três cordas afinadas.
 
Segundo Passo
        Pode-se notar, pelo gráfico acima, que ao se tocar o 2º par na quinta casa, produz-se a nota do 1º par solto. Como nesse momento já temos as duas cordas do 1º par afinadas, podemos afinar o 2º par, apertando ou soltando as cordas dele de forma que a nota produzida seja igual às do 1º par quando tocado solto.
 
        Com as duas cordas do 2º par afinadas, devemos afinar a corda fina do 5º par (mais grave) com a mesma nota do 2º par, assim como fizemos no primeiro passo com a corda fina do 4º par. Entretanto, agora, a corda fina do 5º par deve ser igual às cordas do 2º par solto. Assim temos seis cordas afinadas ao todo.
 
Terceiro Passo
        Vamos agora afinar a corda grossa do 3º par. Como podemos ver no gráfico, pressionando-se a corda grossa do 3º par, temos a nota dada pelo 2º par solto. ssim afinamos somente a corda grossa do 3º par. Temos 7 cordas afinadas.
 
Quarto Passo
        Da mesma maneira que a corda grossa do 3º par, iremos afinar a corda grossa do 4º par, só que tocando-a na quarta casa (veja o gráfico). Temos 8 cordas afinadas.
 
 
Quinto Passo
        Afinar a corda grossa do 5º par, pressionando-a na quinta casa (veja o gráfico). Temos 9 cordas afinadas.
 
 
Sexto Passo
        Falta somente a corda fina do 3º par. Vamos afiná-la através da corda fina do 4º par, tocada na quarta casa. Pronto, temos as dez cordas afinadas.
 
        Vale dizer que é sempre bom dar uma repassada na afinação depois que se executa os seis passos. Isso porque quando a viola está muito desafinada (principalmente quando se coloca cordas novas), ao se modificar a tensão de uma corda é através do processo de afinação, o braço dá uma pequena arqueada, imperceptível aos olhos, mas que faz com que as outras cordas fiquem ligeiramente desafinadas.
* -
Viola Caipira - O Instrumento
** -
O Sistema de Cifras